terça-feira, 5 de abril de 2011

Meu filho, meu orgulho

Sentada no banco do ônibus, morrendo de sono e se preparando para mais um dia de trabalho, ouço uma mãe toda orgulhosa da filha. Ela conversava com a cobradora sobre as proezas que a primogênita fazia para estudar e trabalhar:

- Minha filha fica até tarde fazendo trabalho. Está no primeiro emprego, que ela conseguiu rapidinho... ela é tão esforçada, comprou todos os livros da faculdade. Livros caros, mas que ela diz que são importantes. No final de semana ela faz as coisas dela, mas de dia de semana, ela até vira a noite para dar conta de tudo. Só tem 18 anos, mas é tão esforçada!

A cobradora olha admirada a tal mulher. E eu também. Acho lindo quando uma mãe observa esses detalhes em seus filhos e compartilha com os outros.

Muitas vezes acreditamos que nossos pais não enxergam nossas qualidades, só nossos defeitos, e por isso brigam tanto com a gente. Mas não sabemos o que eles falam por aí.

Espero que muitas coisas boas, né mãe?!

Ahá!

.Olívia.

Um comentário:

disse...

Depois que somos mães, isso aflora mesmo. Durante muito tempo como filha,eu ficava imaginando se a minha mãe falava com entusiasmo sobre as minhas ações, até que um dia tive a confirmação, conhec umapessoa amiga dela e tive certeza: sou o orgulho da mamãe rsrs.