terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Da série “Conversas no MSN – Parte 1: A dúvida.”

A partir de hoje, vamos contar pequenas conversas entre 3 pessoas via MSN, cada uma com um assunto diferente. Sigam-me os bons!

- Bólis, me conta sua experiência tão longa de vida...
- O que você quer saber, Robert?
- Se você sai com um rapaz, curte bastante, e faz “cu doce” para as próximas, é por que você quer fazê-lo rastejar ou por que só sairá com ele se não tiver uma opção melhor?
- Vamos lá! Existem duas hipóteses...Não, na verdade são, no mínimo, três.
- Três??? Não é muito não?
- Primeira: Ela pode fazer “cu doce” simplesmente porque ela não quer mais nada e “foi bom (ou não) enquanto durou”.
- HAHAHAHAHAHAHA – ri Debú.
- Segunda: Ela pode fazer “cu doce” para você rastejar mesmo, pois assim ela se valoriza.
- Humm. Ok, go on.
- E, terceira: Ela pode fazer “cu doce” porque ela é uma chata e quer te provar, pois depois que ela topar sair com você de novo, é ela quem irá se rastejar por você...
(e continua...)
- ...com algumas pessoas eu já fiz “cu doce” simplesmente porque não quis mais, e não consegui falar na cara. Mas, na maioria das vezes, eu não sou “cu doce”, sou tonta, corro atrás.
- Bólis, ta errado...A vida faz parte de um grande enigma, quanto mais criamos nas cabeças das pessoas, mas elas pensam na gente. Deixe o cara com dúvidas e você sempre o terá em suas mãos. (certo, Debú?)
- Criamos o que? Galhos?
- (eu não sei de nada não) – responde Debú.
- (ô se sabe) – re-responde Robert.
- (não entendo sobre homens, para isso tenho um amigo “gay”-hétero, como você!) – re-re-responde Debú.
- ...incrível, eu não consigo deixar os caras com dúvidas, eles se assustam comigo. - Bólis começa a se entregar.
- Por que se assustam com você?

...Continua...

3 comentários:

Buchabick disse...

Roberto seria Bob Flint?

Se não for, aposto que Bob combina melhor com ele, de qualquer forma.

As primas disse...

Hahahahaha...
Obrigada pela dica!!!

Aguarde e verás se ele ainda se parece com o Bob!!!

Olívia

Buchabick disse...

Vou aguardar.

Mas o Bob Flint não tem uma personalidade muito "parecerível", eu diria.

Ele é muito singular.

(É interessante que as caixas de comentários do 2x1 e deste blog aqui tão parecendo chat do UOL)